♥♥♥ αвєnçoαdα ρor Dєus є вonίтa ρor Naтurєzα!

Minha foto

Abençoada por Deus e bonita por natureza..!!!

18 de março de 2010

Desisto

Hoje não estou, não me sinto! Não me existo!


Fechei-me na concha, bem no fundo do mar,


Apenas olho em redor e me limito a odiar,


Já que amar não me é possível...desisto!






Desisto de procurar o que sei que não vou encontrar;


Desisto de tentar acabar o que nunca comecei,


O que apenas sonhei e, sem sequer ter, tanto amei,


Tanto desejei, como a lua que deseja o mar!






Hoje não penso, apenas relembro o que já passou;


Não choro, apenas me escorrem lágrimas de dor


Repletas de sonhos dilacerados e feridas de amor.


Hoje não sou eu, sou ninguém que em mim estagnou.






Hoje é como um ontem, como um amanhã


Já tão vivido, sentido, tão perdido e esquecido;


Hoje é uma página branca no meu livro entorpecido


Onde guardava as minhas mágoas pela fria manhã...






Hoje sou o nada, sinto o nada! E o nada é tudo isto


Que vejo, que sinto…que futuramente verei e sentirei


Na vida vazia que levei e forçosamente levarei...


Ontem tentei, joguei e perdi!Hoje...Desisto!


Autora: Juliana Ferreira 














Desisto

Hoje não estou, não me sinto! Não me existo!

Fechei-me na concha, bem no fundo do mar,

Apenas olho em redor e me limito a odiar,

Já que amar não me é possível...desisto!



Desisto de procurar o que sei que não vou encontrar;

Desisto de tentar acabar o que nunca comecei,

O que apenas sonhei e, sem sequer ter, tanto amei,

Tanto desejei, como a lua que deseja o mar!



Hoje não penso, apenas relembro o que já passou;

Não choro, apenas me escorrem lágrimas de dor

Repletas de sonhos dilacerados e feridas de amor.

Hoje não sou eu, sou ninguém que em mim estagnou.



Hoje é como um ontem, como um amanhã

Já tão vivido, sentido, tão perdido e esquecido;

Hoje é uma página branca no meu livro entorpecido

Onde guardava as minhas mágoas pela fria manhã...



Hoje sou o nada, sinto o nada! E o nada é tudo isto

Que vejo, que sinto…que futuramente verei e sentirei

Na vida vazia que levei e forçosamente levarei...

Ontem tentei, joguei e perdi!Hoje...Desisto!







Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=26439#ixzz0iYhKdJMY

Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives