♥♥♥ αвєnçoαdα ρor Dєus є вonίтa ρor Naтurєzα!

Minha foto

Abençoada por Deus e bonita por natureza..!!!

28 de janeiro de 2011

VINGANÇA…. teu nome é MULHER

Ela passou o dia empacotando todos os seus pertences em caixas. Depois, os homens da transportadora levaram a mudança. Então se sentou pela última vez na mesa da sala, à luz de velas, pôs uma música suave e se deliciou com uns camarões, um pote de caviar e um vinho. Terminou, foi a cada um dos aposentos, colocou alguns pedaços de casca de camarão, besuntados com caviar, nas cavidades dos varais das cortinas. Depois se foi.
Quando o marido retornou com a nova namorada, tudo estava limpo. Pouco a pouco, a casa começou a feder.
Tentaram de tudo: limpando, lavando e arejando a casa. As aberturas de ventilação foram verificadas à procura de possíveis ratos mortos e os tapetes foram limpos com vapor. Desodorantes de ar foram pendurados. A empresa de combate a insetos foi chamada, durante alguns dias, tiveram de sair da casa, e ainda tiveram de pagar para substituir o caríssimo carpete de lã. Nada funcionou.
As pessoas pararam de visitá-los. A empregada se demitiu. Finalmente, eles não suportavam mais o fedor e decidiram se mudar. 1 mês depois de terem reduzido o valor da casa, eles não conseguiram um comprador para a casa fedorenta. A notícia se espalhava e mesmo corretores de imóveis locais não retornavam as ligações.
Finalmente, eles tiveram de fazer um empréstimo do banco para comprar uma casa nova. A ex-esposa ligou e perguntou como andavam as coisas. Ele disse que estava de mudança. Ela escutou e disse que sentia muitas saudades da casa antiga e que estaria disposta a reduzir a parte que lhe caberia do acordo de separação dos bens em troca pela casa...
Sabendo que a ex-mulher não tinha idéia de como estava o fedor, ele concordou com um preço cerca de 1/5 do que valeria... Mas só, se ela assinasse os papéis naquele dia mesmo. Ela concordou e em 1 hora, os advogados deles entregavam os documentos.
Uma semana depois, o homem e sua namorada assistiam, com um sorriso malicioso, os homens da mudança empacotando tudo da casa para levar para a sua linda nova casa... incluindo os varais das cortinas...

Me acha - Aviões do Forró

Eu não fiz nada pra você não querer ficar comigo
Me despreza, me fez sofrer, te faz feliz, mas eu te digo:
Aqui se faz, aqui se paga
Tudo que plantar vai colher
Eu não tô te jogando praga
Tô falando a verdade a você
Mas é que quando eu te queria, você não me quis
Agora só me quer porque me viu feliz
Pensa no que fez, a minha cara racha
Quer mais uma vez, agora, então me acha

Me acha, me acha
Se você me quer,
agora, então me acha
Me acha, me acha
Se você me quer,
agora, então me acha ( 2 X)

10 de janeiro de 2011

DEPOIS DE VOCÊ

“Depois de você,
Já fui tão amada
Amar eu tentei...
Dei tantas risadas,
Mas não me alegrei.
Andei por lugares,
Não caminhei...
Perdi os sentidos
E o mundo tão lindo
De encanto infinito
Em mim se desfez...
Depois de você.
De longe se vê
O mar ainda é belo,
Embora tão triste....
E o meu corpo, como as ondas, não desiste...
Queda-se nas pedras, resiste.
Lança-se na areia sôfrega e mansa...
Em um novo impulso, se levanta.
Cansa e descansa
Tenta esquecer
Volta à lembrança...
Depois de você.
E sem esperanças - Te espero...
Não quero você - Te quero...
Alucinações do amor?
Mistérios...
Tempo Confuso
Viver por viver...
Tudo é inútil
Depois de você....” 


Autoria: Rose Felliciano

4 de janeiro de 2011

Fim de Ano sem você

Riscos coloridos riscam o breu do céu
Assovios os acompanham em várias direções
O estampido mais forte mostra o fim do caminho
Tudo é festa, O fim do ano chegou.
 
Sons e músicas de todos os tipos
Abraços, beijos e alegria.
Sentado à beira da praia
Eu olho o céu colorido pelos fogos
O rojão sobe alto e lá no fim explode em fragmentos
 
Assim como o meu coração que bate forte, muito forte
Na mente, você, só você
Então não me contenho, pego o celular e envio a mensagem
" Feliz ano novo", aguardo alguns minutos e nada, sem resposta
Uma lágrima preguiçosa sai dos meus olhos e explode na areia
Em seguida outra e mais outra, emfim o pranto
Fecho os olhos e faço uma oração, peço a Deus que te proteja em 2011
Que te faça feliz, muito feliz
Então me levanto, molho os pés na espuma das ondas
e junto-me aos outros, brindo sozinho a chance de um dia ter você.


Autor: Luis Roggia