♥♥♥ αвєnçoαdα ρor Dєus є вonίтa ρor Naтurєzα!

Minha foto

Abençoada por Deus e bonita por natureza..!!!

26 de abril de 2009

Despudorada




Hoje quero ser menina depravada
Não quero carinho, nem dengos
Quero ser usada, e abusada por você.
Puxe meus cabelos e morda meu corpo.

Sua menina não quer delicadeza.
Ela quer ser judiada e usada como você desejar
Se quiser me chame de bandida
ordinária, safada e indecente.

Hoje você pode extrapolar.
Dizer coisas proibidas ao meu ouvido.
Quero ser tua serva nesta noite de loucuras
Não vou me importar com nada.

Quero sentir prazer,
Quero delirar nos seus braços,
Sou menina bandida no cio
procurando um homem que me satisfaça.

Mas não deixe para depois,
Não me venha com desculpas
Amanhã é outro dia,
e essa bandida terá ido embora.


Deixarei saudades em teu peito,
e minhas marcas no teu corpo.
Brinque comigo como quiser.
Explore meu corpo com vontade.

Não queira saber se voltarei
Aproveite este breve momento,
pois ele será o último de nós dois.
Não ligo para teus sentimentos.

Vem, menino, me acolhe em teus braços
Vamos delirar até que o dia amanheça
Até que meu corpo exploda exausto
Até que este tesão acabe por completo.

Respire bem fundo para sentir meu perfume.
Amanhã só existirei na sua lembrança.



(Eduardo Baqueiro)

3 comentários:

conversaatrevida disse...

Sabe que esse texto é quase o oposto do que 'acham' que as mulheres querem né?

Mania de dizerem que mulher só quer beijinhos, florzinha, carinho e sexo gostosinho.

A gente também quer uns tapas na bunda, umas palavras sacanas ao ouvido, uma pegada mais fote, um sexo mais bruto...

Nem sempre, mas as vezes.

E isso não muda em nada quem somos, só nos faz mais completas.
As pessoas é que custam a entender isso....rs

Marina foi ótimo te ver lá pelo Conversa Atrevida.
Quando quiser aparecer vai ter sempre algo interessante pra vc ler (tá, nem sempre, mas eu JURO que vou tentar)

Bjo

Atrê

Franzé Oliveira disse...

As vezes o que queremos é uma mulher, sim despudorada, viu? E guardemos para sempre a lembrança dela.

Bjos com carinho.

Amanda Almeida disse...

Acho que todas nós as vezes queremos ser menos meninas e mais dispodoradas...